sexta-feira, 4 de julho de 2008

margá



(...)Expressa o torpor do teu beijo, margarida,
Deixa-me fugir em teus sabores.
Saberei, para sempre, querida
Em que dia tirarei teus pudores.

Doce e bela, amor para a vida,
Não vês que já cresci?
Espero você, minha margarida.
Para contigo falar: "eu vivi".(...)

4 arquitetura(s) alheia(s):

erika disse...

Poxa, eu não sabia que você gostava tanto de margaridas. Fiou lindão o poema...beijos

Sibby disse...

gosto dos teus poemas, mas não muito de margaridas. Adorei o título.

Já estou melhor XD

ImaGINE disse...

Q lindo Duh, mto lindo meeeesmo...
tbm queria tirar pudores de alguns

beeejos

Dennyse Macedo disse...

Adorei o blog

;D

Design by Dzelque Blogger Templates 2008

Arquiteto de Emoções - Design by Dzelque Blogger Templates 2008