domingo, 8 de junho de 2008

Pobre Coitado

"Eis que o vento soprou, e na tentativa desesperada de me derrubar, soprou de novo. Mas eu estava firme no chão e ele sequer me moveu. Um milimetro sequer...
Foi aí que o vento soprou mais uma vez, e achou que iria me abalar. Pobre coitado, não sabia ele que eu era mais firme que a rocha da montanha. Que estava mais seguro que jamais estive.

Pobre coitado..."

1 arquitetura(s) alheia(s):

Sibby disse...

Contra o vento não há nada melhor que a flexibilidade. O vento derruba as maiores e robustas árvores, mas nunca derrubou o mato ou as flores.

Design by Dzelque Blogger Templates 2008

Arquiteto de Emoções - Design by Dzelque Blogger Templates 2008