segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Sonhei...


Tive um sonho estranho essa noite: sonhei com uma família, não a minha e esse foi um dos motivos para achar tudo estranho. O sonho não poderia ser mais nítido, esse foi mais um fator para a estranheza da situação.
Eu não participava da história, só o que eu fazia era assistir o que se sucedeu: O filho, por volta dos onze anos de idade, foi mandado pelos pais para o Rio de Janeiro para estudar, ter uma formação melhor. Não lembro a cidade natal deles.
A vida sexual dos pais, após o casamento, já tinha acabado, o amor sumira, eles eram uma família em decadência. Porém, quando o filho viajou os pais decidiram viver de novo, decidiram que íam aproveitar a vida e um ao outro.
O filho então volta do Rio, já com 18 anos, e tem uma surpresa, havia ganho 2 irmãos, os pais estavam "vivendo" de novo.
Neste instante eles todos se abraçaram num carinho tão grande... É confuso ter algum sentimento dentro de um sonho, sempre pensei assim pois sempre foi raro sentir-me assim, mas dessa vez não achei confuso, pelo contrário, parecia que eu esperava aquele sentimento, aquele carinho, um carinho imenso. Foi tão forte que quase acordo às lágrimas. Pois é, acordei... Era um sonho.

Agora que vem o que achei mais depressivo nisso tudo. Talvez depressivo não seja a palavra certa, mas não consegui achar alguma que me satisfaça. Um Pouco de Angústia e um pouco de tristeza.
Já acordado, sentei na cama e parei para pensar no que ocorrera e senti mais uma vez carinho, não pelo fato de ter sonhado aquilo ou por me achar um deles, mas senti carinho por cada um daqueles personagens de meu subconsciênte como pessoas individuais, como se eles existicem mesmo. Talvez houvesse um desejo de ser um deles, mas acho que era só carinho.
Achei que toda essa sensação por eles representasse o que sinto por minha família, mas curiosamente, eu estava tão envolto em um rancor, que não consegui sentir carinho por nenhum deles, nem por aqueles pelos quais eu supostamente não sentia nenhuma decepção[chatiação/tristeza]...
Agora me olho no espelho e vejo minha face contorcida como quem chora, mas sem derramar nenhuma lágrima.
Acho que sou seco.

7 arquitetura(s) alheia(s):

Guta Nascimento disse...

[oi duh ! / fico feliz de vc ter gostado do migrante / passe sempre por lá / um abração / guta]

- Estrangeira disse...

talvez deprimente seja a palavra pra nós... os serem deprimentes.
arquiteto de emoçoes... justamente...foi o q aconteceu, construiste aquela casa... e geraste emoçoes...
talvez a confusao na sua cabeça foi pelo fato de que...ao comparar com nossa vida, falta algo na nossa historia... q nós atrai na outra... digamos q: há esperança. Naquela familia, ou melhor, aquela familia despertou a esperança em vc... por isso q tiveste um estranho querer ou gostar dos personagens, o carinho..

significa q vc está atras de si.. de se conhecer... de se amar... de faezr seu caminho, de crescer sozinho.. de amadurecer. Amadurecendo aos passos do saber, da aceitaçao e em passos... da transformaçao.

- Estrangeira disse...

Já me bateu sentimentos assim.
É estarnho como me identifico nós seus textos às vezes...
menos quando vc fala de um amor de paixao... homem e mulher..
nao tive essa sorte, nao o conheço.

- Estrangeira disse...

brilho eterno de uma mente sem lembranças...
q as vezes teimam em vir...
só as ruins.

- Estrangeira disse...

por muitas vezes eu tb fui seca...
at� uma musica da cassia eller combinava comigo:
socorro eu nao estou sentindo nada...
nem medo nem... cara, vou buscar a letra, pera�.

- Estrangeira disse...

Socorro
Cássia Eller
Composição: Arnaldo Antunes/Alice Ruiz

Socorro, não estou sentindo nada
Nem medo, nem calor, nem fogo
Não vai dar mais pra chorar, nem pra rir
Socorro, alguma alma, mesmo que penada
Me entregue suas penas
Já não sinto amor, nem dor, já não sinto nada
Socorro, alguém me dê um coração
Que esse já não bate, nem apanha
Por favor, uma emoção pequena
Qualquer coisa
Qualquer coisa que se sinta
Em tantos sentimentos
Deve ter algum que sirva
Socorro, alguma rua que me dê sentido
Em qualquer cruzamento, acostamento, encruzilhada
Socorro, eu já não sinto nada, nada

ImaGINE disse...

você não é seco, só está precisando se abrir um pouquinho mais pro que há lá fora...
o mundo eh enorme Duh, tem tantas coisas boas pra se fzr nele...
amu-te
beeeeejo

Design by Dzelque Blogger Templates 2008

Arquiteto de Emoções - Design by Dzelque Blogger Templates 2008