terça-feira, 2 de outubro de 2007

Liberty!


Hoje, mais que nunca, tive muita vontade de escrever, até em clima eu estava, mas faltou inspiração, foi nessa hora que me perguntei: por que não tenho o direito de escolher em que hora me inspirar?
Comecei então mais uma vez à pensar, como das outras vezes. Desta vez sobre a não dominância minha sobre eu mesmo.
Queria ter o poder de determinar que o momento de eu estar triste é aquele quando estou sozinho e a minha tristeza não afetaria ninguém, que o momento de eu sentir carência é aquele que vai ser fácil curá-la, pois eu estaria recebendo um carinho, que o momento de amar é aquele, e somente aquele, quando sou correspondido.
Mas, enfim... Que graça teria a vida se tudo fosse pressuposto?

6 arquitetura(s) alheia(s):

ImaGINE disse...

graça nenhuma não é mesmo??
pelo menos não se daria a desgrça de dias arrastados sem ele, a desgraça da lembrança do beijo dele...

se a gente pudesse escolher escolheria não amar??

acho que a gente ia escolher tudo denovo...

a carencia sem cura, o amor não correspondido, a tristeza acompanhada...
escolheria tudo denovo...
porque sem isso, não seria eu, não seria você...

seria só mais um corpo jogado no mundo, sem história...
Que é sofrendo que se aprende a amar de verdade e a valorizar o amor certo quando ele chega..
e se o riso não supera o choro amigo, ele ainda não chegou...


*** tô mto pensativa ultimamente..
beeeejo

Ψ Ŧéfi disse...

Penso que a inspiração está presente inclusive na ausência da mesma. A inspiração está nos questionamentos, como o que fez. Inspiração não está apenas em música e poesia. A vida é arte. A idéia e livre arbítrio, que alguns discordam, é mágica inspiração. Aquelas explosões que acontecem Às vezes, principalmente quando estamos cansados, são inspiração. Aquela viagem que sua cabeça faz quando olhamos para fora do vidro do carro no meio do trânsito.
O que falta é vir em mente o que você quer escrever, da forma que deseja, em determinados momentos. Talvez parte nossa liberdade para fazer nossas "obras" tenham sido podadas desde a infância.
Já pensou desenvolver um texto, crônica, conto, poema.. baseado em uma frase casual, uma propaganda de revista. Escrever uma frase do que está pensando, por mais absurda e inoportuna que pareça, e desenvolvê-la.
A inspiração pode não ser regulável, mas está ali " dentro, quieta, adormecida".
A propósito, gostei muito do seu blog e de tudo o que você escreve.
Visitarei mais vezes com prazer, Sr. Arquiteto!

Sibby Bounce disse...

Acabei de fazer um comentário enorme...e a porra não foi!

to com preguiça de escrever de novo ¬¬

Karoℓ disse...

Uhhhhhhhhhh nossa, irmão, eu senti um sentimento bom, de carinho... sei lá... ou eu de querer te dar esse carinho, ou de ver como tu tens carinho pelas pessoas. De fato, tu és humano e queres receber, e tenho certeza que seria uma troca.
Poxa irmãozinho, vamos nos ver, quero te dar carinho:
eu me inspiro
tu si inspira
ele si inspira
nós si inpiramos mano
nós nos inspirais
eles si inspiram.

eu nao sei ingles, ele tal de libertaty significa libertinagem?!
\o/
chão chão chão
chão chão chão

como vc está, o que andas fazendo?
passei em frente à sua casa de busão
eu queria te dar um aperto

Karoℓ disse...

tu viste cara, o cara é bailarino voador o da fotenha
xD
e acho q ele é bonito, tem um corpicho!

Karoℓ disse...

boa foto, mas acho q quando ele se lançou ao mar
tava gelado (frio)
olha o céu
iria chover ou anoitecer

Design by Dzelque Blogger Templates 2008

Arquiteto de Emoções - Design by Dzelque Blogger Templates 2008